10.10.06
Assustadoramente belo

Ne Me Quitte Pas, Jacques Brel


(E se ele não tivesse a cara tão assimétrica, ela provavelmente nunca o tinha deixado...)

Etiquetas: , ,

 
Olavo Lüpia, 10.10.06 | Referências |


3 Comments:


  • At 10 outubro, 2006 18:34, Anonymous O IRMÃO DO MEIO

    Até que enfim, simplificas-te.
    Agora....fazer-te comentários
    tornou-se mais fácil.

    O J. brell, foi uma agradável audição.

    Andas a prestar um bom “serviço público” à malta.
    Continua na senda da excelência sonora.

    PS: a história dos ciganos está fabulosa.

    Abraço.
    Fica bem.

     
  • At 10 outubro, 2006 21:37, Blogger sombra

    É o que dá deixar de ir à caixa de e-mail durante uns dias... bem, durante largos dias, diga-se de passagem. Então, tu também andas por cá? Isto está bonito, está sim senhor. Caro Olavo, estou comovido...Um abraço, maior!

    P.S: E um rebuçado se me descobrires... :-)

     
  • At 10 outubro, 2006 23:23, Blogger Olavo Lüpia

    Se o Sombra ainda me deixou uma ou outra pista para lá chegar (estás-me a dever o rebuçado!! De limão, de preferência!), este Irmão do Meio confundiu-me... Alguém me ajuda?!
    Voltando um pouco atrás, é de se seguir o blog do Sombra, que já pus como link na barra do lado (Lenta Divagação).