18.9.08
Echoes

Numa semana em que se evoca Rick Wright e se reflecte sobre o som dos Pink Floyd, deixa-se aqui um recorte da era psicadélica, através da lendária capa da edição britânica do duplo "Ummagumma" (1969) e da música com o título mais longo do catálogo da banda - e, provavelmente, o mais longo que alguma vez existiu...

Several Small Species Of Furry Animals Gathered Together In A Cave and Grooving With A Pict
Pink Floyd, "Ummagumma" (1969)

Etiquetas: , ,

 
Olavo Lüpia, 18.9.08 | Referências |


4 Comments:


  • At 18 setembro, 2008 10:13, Blogger Hugo

    Em relação ao título de canção mais longo que alguma vez existiu, acho que deve estar neste álbum...

     
  • At 18 setembro, 2008 10:38, Anonymous jorge vaz nande

    Por acaso, acho que o título de álbum mais longo de sempre (pelo menos até à altura) foi o segundo da Fionna Apple :

    WHEN THE PAWN hits the conflicts he thinks like a king
    What he knows throws the blows when he goes to the fight
    And he'll win the whole thing before he enters the ring
    There's no body to batter when your mind is your might
    So when you go solo, you hold your own hand
    And remember that depth is the greatest of heights
    And if you know where you stand, then you know where to land
    And if you fall it won't matter, cuz you'll know that you're right

    (http://en.wikipedia.org/wiki/When_the_Pawn)

     
  • At 18 setembro, 2008 12:43, Blogger Olavo Lüpia

    Ah!, pois é... o "Illinoise"! E eu que já coloquei aqui algumas dessas músicas... Muito bem lembrado, Hugo.
    Sim, Nande, o título completo do "When The Pawn" é uma coisa com uma extensão quase-pornográfica.

    Numa linguagem mais dada à actualidade (se bem que em contra-ciclo com a realidade económica): "Compro!" e "Compro!".
    Abraços.

     
  • At 18 setembro, 2008 15:49, Anonymous jorge vaz nande

    Ah, diabo, só agora é que reparei que se trata de título de canção! Boa, boa!