24.10.06
Intermission - Ponto de situação
Meus amigos e amigas, acabo de ultrapassar as 1.000 visitas e 2.500 páginas vistas.
Isto começou por ser uma mailing list, que se transformou em tasco, um pouco como a história da Cinderela, se a imaginarem obesa, míope e de barba...
Primeiramente, agradeço aos clientes daqui do estaminé que, habitual ou ocasionalmente, por cá aparecem para me alegrar, aconchegar-me os lençóis e segurar-me a mão para eu adormecer, salvo seja (Suricata, não te apoquentes: isso só a ti está reservado!).
Depois, tinha mesmo que postar algumas das 1001 maneiras pelas quais alguns "incautos" aqui chegam, através de buscas no Google.
Por exemplo: para além de me encontrarem por "Corações de Atum" ou "Natália o nosso amor é verde vídeo" (o que é simpático), também já me entraram tasco dentro quando buscaram por "tomates padre inácio".
Pior. Dois desgraçados (que podem muito bem ser uma e a mesma pessoa) brasileiros entraram-me para o estabelecimento (estava eu a passar o chão e a arrumar as cadeiras) ao teclar as seguintes expressões "Lúpia é venérea?" ou, ainda mais explícito, "Lúpia é doença venérea?".
Não sei o que é que isto quererá dizer nem se me conhecem. Muito menos me quero pôr na mente (nem na pele/corpo, valha-me deus!) de qualquer ser que se sentiu impelido a procurar tais expressões no Google, mas uma coisa posso garantir: AQUI O LÜPIA NÃO É NENHUMA DOENÇA VENÉREA!!
Pelo sim, pelo não, e tentando não estragar o que tenho já reservado para 6.ª feira (não percam!), fiquem com a Cura:


The Walk, The Cure
(Versão engraçadíssima desta música - apesar dos vários "pregos" de Robert Smith -, com uma ideia espectacular envolvendo kazoos... Vejam! É do programa MTV Unplugged, de 24.01.1991)


Etiquetas: , , ,

 
Olavo Lüpia, 24.10.06 | Referências |


6 Comments:


  • At 24 outubro, 2006 22:03, Anonymous Anónimo

    Muito bom!

    Aposto que, se escreveres um post com o texto "free sex video wide open blow hairy fetish ass tits cunt" apanhas mais uns 10.000 gajos.

    Andróide Paranóide: o "Novo Abrupto do Chavascal".

    Mas terás que reconhecer que, apesar da tua modéstia natural, que só te fica bem, deve haver muita clientela que vem pela qualidade do tasco...

     
  • At 24 outubro, 2006 22:20, Blogger Olavo Lüpia

    Claro, amigo Incontinental!
    E os mails ameaçadores que mandei a toda a gente a dizer que sabia onde eles moravam também pode ter feito um nadita de diferença!
    Tu também recebeste, certo?
    A sério, diz-me. É que tenho agora aqui a factura que me foi apresentada pela "Cosa Nostra & Irmãos Unidos de Călăraşi e Bucureşti, L.da" - sim, estes caracteres esquisitos, principalmente o "s" cedilhado, foi uma verdadeiro óbice na costumeira rapidez com que funciona o Registo Nacional de Pessoas Colectivas - e quero saber se o serviço foi bem feito ou não...
    Já agora, achas que devo pedir recibo?!

     
  • At 25 outubro, 2006 10:34, Anonymous Anónimo

    Estimado Androide,

    "fáxavor" de continuar que o Maquinista assim continuará a passar por aqui em daily basis!

     
  • At 25 outubro, 2006 11:54, Anonymous B-Side

    Agrada-me a ideia de te ver como uma doença venérea...tem um je ne sais quoi!

     
  • At 26 outubro, 2006 17:24, Blogger Sãozinha

    Se apanhares uma dessas, é favor continuar a lavar as mãos depois de frequentar os lavabos.

     
  • At 02 abril, 2008 17:48, Blogger franksy! [girlfriend in a , ]

    nah... o cinquenta e três não tem nada a ver com essas buscar manhosas desses brasileiros!!!